Enroll by January 31st for any summer program with a $100/wk deposit, and save $25/wk!

Demonstre que você e a Mente divina são um e encontre unidade e harmonia!
CIÊNCIA CRISTÃ – LIÇÃO BÍBLICA

Jesus Cristo”
23 a 29 de agosto de 2021

Estudo preparado por:

Beth Eggers, CS, de Chesterfield, Missouri, EUA
betheggerscs@gmail.com      +1 (636) 898-1616


Abreviações: Bíblia JFA Revista e Atualizada – B; Bíblia na Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH; Bíblia A Mensagem – MSG; Ciência e Saúde – CS ou C&S; Lição Bíblica – LB


Introdução

A Bíblia nos informa que “a sabedoria que vem do alto é primeiramente pura, depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento” (Tiago 3:17). Cristo Jesus certamente manifestou essas qualidades espirituais com perfeição e provou que a missão do Salvador era trazer paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem (Lucas 2:11,13,14).

O Texto Áureo (TA) da Lição Bíblica desta semana afirma que a paz que se origina em Deus, a Mente divina, supera o senso humano de paz; pois a paz de Deus é o reino da Verdade, da Vida e do Amor na consciência espiritual do homem. Essa paz é uma presença permanente que eleva os afetos humanos à compreensão do Amor infinito, e podemos reconhecê-lo e demonstrá-lo seguindo os ensinamentos e o exemplo de cura de Cristo Jesus.

Na Leitura Alternada (LA), Paulo explica aos membros da igreja de Corinto como demonstrar a verdade do Texto Áureo (TA, Filipenses 4:7), lembrando-os de construir suas obras no fundamento de Deus, a Verdade, porque espiritualmente o homem é o edifício de Deus, Seu templo.  As palavras de Paulo (LA, 1Coríntios 3:9,16) são exemplos desse fato, assim como as de Mary Baker Eddy nesta citação adicional e útil: “Algum dia aprenderemos como o Espírito, o grande arquiteto, criou homens e mulheres na Ciência” (CS, p. 68).

Paulo também explica aos membros da igreja que aceitar a origem espiritual e o exemplo de vida de Cristo Jesus é o único fundamento sobre o qual basear toda a construção espiritual, em outras palavras, o desdobramento pacífico (harmonioso) da identidade genuína do homem no Espírito.

Ler a lição bíblica semanal diariamente é uma atividade individual, que forma um vínculo especial de Deus com o indivíduo que escuta Sua Palavra por meio do espírito de Cristo, por meio do qual Deus alimenta o coração faminto de justiça. Cada releitura traz novas descobertas da verdade do existir.  Se uma palavra ou frase nos faz parar, é Deus nos cutucando para entendermos o sentido espiritual dela.  Esta citação adicional fornece uma orientação útil: “A intercomunicação se faz sempre de Deus para Sua ideia, o homem” (CS, p. 284). Sempre considerei úteis os livros de referência, mas é o desejo que Deus instila em nós que nos leva a uma compreensão espiritual superior.  Ler Ciência e Saúde e os outros escritos de Mary Baker Eddy juntamente com a Bíblia, depois ouvir em silêncio a revelação da Verdade, abre o pensamento para a luz da Verdade, dando-nos paz e alegria.  Outras orações e demonstrações de cura multiplicam a compreensão espiritual de forma exponencial.

Este Estudo Metafísico do Acampamento de Verão do CedroS não pretende explorar todas as ideias espirituais que se pode descobrir em uma semana de estudo da Lição Bíblica.  Ele se concentra em uma constatação, “a paz que excede todo o entendimento”, e permite que outros escritos de Mary Baker Eddy nos deem ideias para demonstrar essa paz.

Aqui está um exemplo da página 133 de Miscellaneous Writings [Escritos Diversos], onde Mary Baker Eddy escreve: “Três vezes ao dia, retiro-me para buscar a bênção divina para os enfermos e aflitos, com o rosto voltado para a Jerusalém do Amor e da Verdade, em oração silenciosa ao Pai que “vê em secreto”, e com a confiança de uma criança de que será recompensada “abertamente”.  Em meio a opressiva preocupação e labor, volto-me constantemente para o Amor divino em busca de orientação e encontro descanso.  É para mim uma grande alegria poder atestar a verdade das palavras de Jesus.  O Amor torna leve todos os fardos, dá uma paz que excede todo o entendimento e com “sinais que se seguem”.  Quanto à paz, é indescritível; quanto aos “sinais”, eis os enfermos que são curados, os tristes que se tornaram esperançosos e os pecadores e ignorantes que se tornaram “sábios para a salvação”! (Miscellaneous Writings [Escritos Diversos], p. 133: 22)

 

Seção 1 – A Graça e o Amor divino expressam a paz de Deus

Consideremos que a Graça e o Princípio podem expandir uma compreensão da paz de Deus que é mais elevada do que o senso humano de paz.  Podemos considerar a graça como “a influência divina sobre o coração e seu reflexo na vida” (Dicionário Grego de Strong).

A citação B4, Efésios 1:2 comunica e nos concede esta bênção: “graça a vós outros e paz, da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo”.

A citação CS5, p. 316, expande o senso do domínio do homem sobre tudo: “O Cristo exemplifica aquela fusão com Deus, seu Princípio divino, que dá ao homem domínio sobre toda a terra”.

 Aqui está uma citação útil adicional de Ciência e Saúde, página 286:

“O Mestre disse: ‘Ninguém vem ao Pai [o Princípio divino do existir] senão por mim’, o Cristo, a Vida, a Verdade, o Amor; pois Cristo diz: ‘Eu sou o caminho’.  Do começo ao fim, a causalidade física foi posta de lado por Jesus, que era a manifestação da ideia original de homem. Ele sabia que o Princípio divino, o Amor, cria e governa tudo o que é real” (CS, p. 286).

A paz de espírito vem do domínio que sentimos quando entendemos que o homem que Deus criou é espiritual, não material.  O princípio do homem é o amor divino, o amor que motiva o pensamento e a ação.  A paz de espírito duradouro vem refletindo o Amor na vida diária.  Mais de 100 passagens ligam dois sinônimos para Deus como “Princípio, Amor”.  Você pode encontrá-los no Concord Online ou na versão impressa da Concordance.

 Aqui estão dois exemplos das páginas 100 e 215 de Miscellaneous Writings [Escritos Diversos]:

“O Cientista Cristão ama mais o homem porque ele ama mais a Deus.  Ele compreende esse Princípio, – Amor” (Mis., p. 100).

“A Ciência Cristã exige ordem e verdade.  Para cumpri-los, devemos primeiro compreender o Princípio e o objeto do nosso trabalho e deixar claro que é Amor, paz e boa vontade para com os homens” (Mis., p. 215).

 

Seção 2 – A cura científica nos dá paz de espírito

Demonstrar o poder de cura do Cristianismo nos traz paz de espírito na terra.  Orar como Mary Baker Eddy nos instrui na citação CS8 (p. 4) ajuda nossa demonstração do poder de cura pelo Cristo.

Aqui está uma citação útil adicional de Miscellaneous Writings [Escritos Diversos]:

“A tentativa de misturar matéria e Mente, para trabalhar por meio do magnetismo animal e do poder divino, está literalmente dizendo: Não expulsamos demônios em teu nome e realizamos muitas obras maravilhosas?

“Mas lembrai-vos de Deus em todos os vossos caminhos, e encontrareis a verdade que destrói o sonho dos sentidos, permitindo que a harmonia da Ciência que declara a Deus, chegue com cura, paz e perfeito amor” (Mis., p. 175).

 

Seção 3 – Coragem moral encontra paz no amor onipotente

Oh, ter “a paz que excede todo o entendimento” que Cristo Jesus possuía quando caminhou sobre as ondas!  Que compreensão espiritual completa demonstrou cientificamente! Temos algumas dicas sobre o que ele entendia sobre a Alma como substância, como Espírito, fora da matéria, em três citações da Lição (citações. CS10, p. 273; CS12, p. 313; e CS13, p. 124). Dicas úteis adicionais de Ciência e Saúde, as páginas 396 e 510, explicam a existência de substância fora da matéria.

Jesus compreendeu que a água, como um osso, tem apenas a substância do pensamento que a constitui (CS, p. 423), e ele caminhou sobre as ondas do pensamento errôneo, bem como sobre as ondas literais da água.  Se as ideias na Seção 3 despertarem sua curiosidade espiritual, você pode querer ler as citações adicionais da First Church of Christ, Scientist, and Miscellany [Primeira Igreja de Cristo, Cientista, e Outros Textos] (My) e de Miscellaneous Writings [Escritos Diversos] (Mis): My (p. 226; p. 231; p. 189); Mis. (p. 74;  p. 23) e CS (p. 455 e p. 273).

Aqui está uma citação útil adicional da página 19 da Message for 1901 [Mensagem para 1901] (’01), de Mary Baker Eddy, que se correlaciona com três citações nesta Lição Bíblica:

“Que a natureza animal da força ao caráter é um flagrante absurdo – um afastamento total da prática e da comprovação de Jesus.  Lembremo-nos de que o grande Metafísico curou os doentes, ressuscitou os mortos e comandou até mesmo os ventos e as ondas, que o obedeciam somente por meio da ascendência espiritual” (’01, p. 19:14).

  1. Somente ascendência espiritual” é outra forma de explicar a paz que reflete o poder que se origina na Mente e é refletido pelo homem.  Assim, somente a ascendência espiritual se correlaciona com “a paz que excede todo o entendimento” (Filipenses 4: 7) no Texto Áureo.
  2. Quando “andamos sobre forças” do Espírito (CS13, p. 124) e descobrimos que nenhuma natureza animal pode dar força ao caráter ou a qualquer outra coisa, experimentamos “a paz que excede todo o entendimento” (Filipenses 4:7).
  3. Quando Jesus demonstrou o poder do Cristo ao comandar os ventos e as ondas, ele revelou seu caráter espiritual como Cristo encarnado (CS4, p. 313).  Ele provou que toda a fanfarronice da chamada mente mortal não pode controlar nada na terra, e sua demonstração sobre a matéria tornou “a paz que excede todo o entendimento” (Filipenses 4:7) mais clara para o entendimento humano.  Mary Baker Eddy escreve na página 455 de Ciência e Saúde: “Tens de utilizar o poder moral da Mente a fim de andar sobre as ondas do erro e sustentar tuas reivindicações mediante a demonstração” (CS, p. 455).

Eu ofereço aqui um exemplo de “sustentar tuas reivindicações mediante a demonstração” (CS, p. 455).

Um dia, anos atrás, nosso filho da pré-escola acordou em uma manhã de sábado com três manchas no corpo.  Um parente me disse que eram sinais de catapora.  Imediatamente orei para expulsar a crença na realidade da doença.  A chamada doença nunca se espalhou e em pouco tempo as três manchas desapareceram.  A ação harmoniosa é tudo o que pode se espalhar, e nenhuma mentira pode impedi-la (CS, p. 420). Alguns dias depois, nosso filho da terceira série parecia ter a mesma reclamação, com muitas manchas cobrindo seu corpo.  Como havia feito com o primeiro filho, avisei a escola e mantive nosso filho em casa.  Mais uma vez, orei, expulsando a crença errônea de que a doença tem o poder de se multiplicar.  Depois de alguns dias, nosso filho me perguntou: “Por que isso está acontecendo comigo?”  Eu disse a ele que Jó tinha feito a mesma pergunta e lemos a Bíblia juntos para ver o que aconteceu com Jó.  Quando Jó percebeu que tinha o direito de entender Deus, ele ouviu Deus falar sobre ser o único criador do universo e sobre Sua onipotência no céu e na terra.  Jó entendeu essa verdade e seus problemas físicos acabaram.  Nosso filho e eu sentimos que essa era a mensagem de Deus para nós também, e essa convicção na presença e no poder de Deus nos trouxe paz de espírito.  As manchas desapareceram e a criança voltou para a escola.

 

Seção 4 – A cura científica comprova o Reino da Verdade na terra
 A declaração de Jesus na citação B9 de que a filha do governante judeu não estava morta fez com que alguns “rissem dele” (B9, Mateus 9:18,23-26,35-38) – mas sua paz não foi perturbada, e ele ressuscitou a garota.  A declaração de Mary Baker Eddy na página 11 do A Unidade do Bem explica o porquê: “Jesus não se curvou à consciência humana nem à evidência dos sentidos” (A Unidade do Bem, p. 11:14-15). Se você deseja obter mais compreensão a respeito de como Jesus manteve sua paz quando confrontado com os desafios do sentido material para seu trabalho de cura, comece a ler a página 11 na linha 3 e continue até o final do parágrafo.

A mente mortal, ou carnal, pode zombar da Ciência do Cristo, mas não tem capacidade de impedir a Ciência despertar o pensamento da crença material para a compreensão espiritual ou de impedir a Ciência do Amor, ou a Mente, de curar os doentes e ressuscitar os mortos.  Cinco citações nesta seção apontam para a necessidade de cura cristã genuína pelos estudantes da Ciência Cristã (CS15, p. 25; CS16, p.135; CS18, p. 26; CS19, p. 52 e CS20, p. 232).  Citações adicionais de Ciência e Saúde nas páginas 25:11-32 e 473:4-5, também são úteis, como é a seguinte citação da página 59 de Miscellaneous Writings [Escritos Diversos]:

“O melhor sanador é aquele que menos impõe a si mesmo e, assim, torna-se uma transparência para a Mente divina, que é o único médico; a Mente divina é a sanadora científica” (Mis, p. 59).

Continuando com o mito da catapora, cujo erro parecia persistir em apresentar-se à nossa família: Alguns dias após a segunda cura, eu estava dando banho em nosso filho e de repente surgiram manchas por todo o corpo.  Minha negação foi rápida e enfática: “NÃO existe teoria de contágio e, portanto, NÃO há exposição ao contágio!  Esta criança é inocente!” Bem diante dos meus olhos, as manchas desapareceram imediatamente.  Vislumbrei como Moisés deve ter se sentido quando colocou a mão no casaco e o removeu para ver sinais de doença por todo lado.  Por ordem de Deus, ele repetiu o procedimento e descobriu que sua mão estava livre da doença.  Como Mary Baker Eddy explica, (CS, p. 321): “Ficou cientificamente demonstrado que a lepra era uma criação da mente mortal e não um estado da matéria, quando Moisés primeiro meteu a mão no peito e a retirou branca como a neve, atacada da temida doença, e logo fez a mão voltar a seu estado natural pelo mesmo simples procedimento”. Deus acabou com meu medo por meio de provas na Ciência divina, assim como diminuiu o medo de Moisés séculos atrás.

 

Seção 5 – Identifique-se com o Amor divino

Jesus sempre se identificou como um com o Amor Divino, Seu Pai, (B13, João 14:8-10; CS21, p. 18; CS22, p. 19), e em uma citação adicional: CS, p. 29. Jesus ensinou que Deus, o Amor, é o Pai de todos, incluindo aqueles que são falsamente julgados pelos outros. Observe na citação B14 (Lucas 15:1,11-14,17-20) sobre a parábola de Jesus do grande amor do Pai por Seus filhos, não é dito, para a comunidade em geral, mas para os publicanos e pecadores. A citação adicional da página 8 de “Não e Sim” estabelece um padrão para todos nós quando desejamos ajudar outros a encontrar paz na compreensão de que Deus os ama.

“Devemos nos esforçar para ser pacientes, fiéis e bondosos para com todos. A esse pequeno esforço, acrescentemos mais um privilégio — a saber, o silêncio, sempre que este puder substituir a censura. Evita seres o porta-voz do erro; mas proclama a verdade de Deus e a beleza da santidade, a alegria do Amor e “a paz de Deus, que excede todo o entendimento”, recomendando a todos os homens que vivam em comunhão no vínculo de Cristo” (No, p. 8: 2-9).

 

Seção 6 – O consolador ressuscita a paz de d’Deus já dentro de nós

Citações B17 (João 14:13,16,17,26,27; B18, 2Cor 13:14; CS26, p, 242; e CS29, p. 497) descrevem estados de pensamento que abrangem “a paz de Deus, que excede todo o entendimento” (TA, Filipenses. 4:7). A descrição de Mary Baker Eddy desta paz de espírito concedida por Deus na última citação adicional na página 154 de Miscellaneous Writings [Escritos Diversos] é uma conclusão adequada porque “a paz de Deus, que excede todo o entendimento” é encontrada no “reino da harmonia já dentro de nós”.

“O propósito do Amor divino é ressuscitar a compreensão e o reino de Deus, o reino da harmonia que já existe dentro de nós. Por meio da palavra que vos é dita, vós sois livres. Permanecei na Sua palavra, e ela permanecerá em vós; e a cura de Cristo será novamente manifestada na carne – compreendida e glorificada” (Mis, p. 154).


A equipe de tradução para o português é composta por Elisabeth Zir Friedrichs, Ovídio Trentini e Laura Soriano Yawanawa, preparação de Leila Kommers, formatação de Ana Paula Steffler e revisão geral de Miguel De Castro. Visite o site Associação dos Alunos de Ciência Cristã do Professor Orlando Trentini, CSB. Ali você encontrará esta tradução e as anteriores para estudo, podendo baixar e partilhar esse copo de água fresca com seus amigos.

Os estudos metafísicos dos Cedros sobre o estudo diário da Lição Bíblica da Ciência Cristã, contendo ideias de aplicação metafísica, são oferecidos, durante todo o ano, para que os amigos da Ciência Cristã vejam e demonstrem o grande valor do estudo diário da LB.

Os Cedros são um suplemento para a LB. O estudo em inglês será publicado na 2a. feira no link https://cedarscamps.org/inspiration/ .

 

American Camp Association

MAIN OFFICE
(November - May)
410 Sovereign Court #8
Ballwin, MO 63011
(636) 394-6162

CAMP OFFICE
(Memorial Day Weekend - October)
19772 Sugar Dr.
Lebanon, MO 65536
(417) 532-6699

Support our mission!

CedarS Camps

Back
to top